sábado, 7 de novembro de 2020

Amigo me chamou para ser sócio em um negócio.

Olá meus caros, estou de volta para contar-lhes uma causo da vida real para vocês.

Uma coisa que sempre acreditei em minha vida, é que negócios aparecem para quem está com a carteira cheia e vive no mundo real. Não adianta ter dinheiro guardado, mas fica trancado dentro de um escritório e não tem networking com ninguém. Não vai aparecer oportunidade mesmo.

Mas para quem sai para a rua, trabalha com atendimento ao publico, pratica esportes, vai para igreja, reuniões sociais. Essas pessoas acabam por terem um circulo social gigantesco, que naturalmente as favorecem na hora de abocanhar as oportunidades.

Dito isto, esta semana, um amigo meu me fez uma proposta de sociedade. Ele comprou um mercadinho há cerca de 2 meses, e vem tendo dificuldades para tocar o negócio. Visto que, ele não tem capital, e as prateleiras estão bem vazias. 

Oque vem segurando ele no mercado, é matar Boi/Vaca clandestino e vender no açougue, ele mata cerca de 2 vacas por semana e lucra R$600 em cada. R$1.200 por semana, só com carne




Só que, infelizmente não pude aceitar a proposta do meu amigo.

Ele disse que eu poderia entrar com cerca de 20 a 30mil, e depois repartiriamos o lucro do mercado.

Em um primeiro momento, é um baita negócio, o mercado não está em um ponto ruim, e o meu amigo é muito popular. Ele já tem um empreendimento que tem uma boa clientela. Mas mesmo assim, não consegui nem ficar tentado.

Porque? 

Simples! Primeiro que eu achei que ele não fez a coisa certa em ter comprado esse mercado.

Meu amigo, já é dono de uma oficina de motos, bem estabilizada. Por ele ser muito popular, tem uma boa clientela. Mas a oficina peca em quantidade de produtos pelo mesmo motivo do mercado: Falta de capital.

É totalmente normal, ele comprar peças em outras oficinas, porque a dele não tem! Então a margem que era para ele estar ganhando nas peças, dá de graça para seus concorrentes! 

Aí oque ele faz? Compra um mercado, onde irá exigir mais capital (Que o mesmo não tem) e tirar capital e foco dele na Oficina que é onde ele ganha um bom dinheiro.

Então esse já seria um bom motivo para acreditar que o negócio não vai para frente.

Mas ainda, tem outra questão.

FALTA DE GESTÃO! 

Pqp, eu fico louco com esses caras que misturam Pessoa fisíca com pessoa juridica. Galera, eles não fazem contabilidade de NADA!

Não sabem quanto a oficina da, quanto ele tira de salário por mês, se da prejuízos, as margens.. Incrivel! 

O cara é inteligente, tem um networking absurdo, mas não tem gestão!

Já tem tentei ajudar ele com algumas dicas, o mesmo fica até interessado, mas não bota em prática.

Além que, ele tem um custo de vida relativamente ALTO! Gasta muito dinheiro com cerveja/cigarro.

Então tudo isso, não me fez nem cogitar a querer participar dessa sociedade com ele.

Acredito que se ele chegasse em mim e falasse assim:

"Peão, aqui está os números do meu negócio, Receita X, Despesa Y, Lucro, etc"

Eu aceitaria na hora.

Então fica a dica aí para quem tem interesse de empreender e deseja que alguém invista no negócio.

APRESENTE OS NÚMEROS! Se não, não tem credibilidade nenhuma.

Fora isso, como eu disse no começo do tópico.

Tenham um bom dinheiro guardado para oportunidades, de preferência em poupança. Vários livros falam sobre isso (Homem mais rico da babilônia, Axiomas de Zurique) e é a mais pura verdade.

Mas no caso de oportunidades no mundo real, você terá que ter o Neworking que falei no começo do tópico.

É isso pessoal, espero que tenham gostado e aprendido com esse causo que me aconteceu essa semana! Fiquem com Deus.





29 comentários:

  1. Se o negócio fosse bom ele não tava te oferecendo peão kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que não anon. Ele realmente acredita que é um negócio bom, que só falta injeção de capital. Esse tipo de oportunidade, aparece muito no dia-a dia. Algumas são boas e outras são ruins.

      Excluir
  2. Interessante e é a realidade. O rapaz tem a inteligência para empreender, mas peca no controle e gerenciamento do negócio. Talvez a loja de peças e o mercado nem dão lucro ou geração de valor. Entrar numa sociedade dessas é uma fria: seria só jogar dinheiro na mão dele e esperar algum retorno mensal? Qual seria o lucro base para a repartição e como seria calculado? O que garante que ele não pegaria o dinheiro e gastaria com uma reforma da casa dele ou comprando uma camionete nova? Fez bem em não entrar. Não dá pra confiar dinheiro em amadorismo.

    ResponderExcluir
  3. Se comprar ações de frigoríficos , o risco seria bem menor ! Kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Realmente na vida é assim mesmo, PP. Geralmente ou o cara entende a parte operacional por já ter trabalhado na área ou por ter conhecimentos técnicos no assunto, mas não sabe nada de legislação ou contabilidade e aí abre o negócio na cara e na coragem; ou o cara tem conhecimentos contábeis, de legislação e de gestão mas como fica calculando os custos e os riscos acaba não abrindo negócio nenhum por falta de coragem (ele sabe demais e por isso fica com medo). Então o equilíbrio é a chave: saber um tanto de contabilidade e de gestão e das leis, nas não tanto ao ponto de sentir medo de abrir o negócio. Se pensar demais acaba não abrindo, mas também não dá pra ser relapso na parte contábil, que nem o seu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente! Meu amigo, é um desses que não pensa muito na hora de abrir um negócio. Simplesmente, vai lá e faz! Ponto positivo para ele.

      Excluir
  5. A maioria das pequenas empresas brasileiras não tem a gestão básica administrativa-financeira, os brasileiros no geral empreendem com base no relacionamento pessoal, em contas no papel na negociação com fornecedor, em relacionamento e etc.
    Os pequenos negócios não tem uma gestão profissional, de fluxo de caixa, de entradas e saída de mercadoria, de margem de lucro e tudo mais.
    Aqui no interior no setor de pequenos comércios a maioria define tudo na base do "feeling" que é como um coach gosta de dizer, na prática é puro achismo e chute. O resultado? Ninguém sabe realmente o que tá fazendo.

    Sobre misturar PF e PJ, fale com qualquer contador dono de escritório de contabilidade, 90% das empresas misturam.

    Me inspirou a falar sobre o tema do empreendedorismo estilo brasileiro.

    Abraços,
    Pi
    Pi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dará um ótimo tema, PI! Vamos disseminar esse conteúdo... show!

      Excluir
    2. "Onde há um problema, há uma oportunidade"

      Excluir
  6. Bela lição passada, Peao! E pensar que a maioria extrema das empresas aqui no brasil é assim, mistura as conta pf e pj, não tem um planejamento financeiro mínimo, calcula os custos para ter uma visao de longo prazo, afins e afins... Espero que com o tempo isso mude, vamos ver como será! Enquanto não muda vamos nós aproveitarmos dessa ineficiência de mercado e ajudar quem quer ser ajudado...Abs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente é assim, por isso que digo que tem muita oportunidade por aí.

      Excluir
  7. Olá Peão!

    Proposta bem tentadora mesmo! Mas a chance de vocês quebrarem nessa empreitada, dado o perfil desse seu amigo, e nicho, são altas. 😬😢

    Assim como no meu caso, eu acho que só os 20~30K de aporte inicial não bastaria, teria que sempre aportar algo, e talvez não obter retorno por um tempo, ainda mais levando em consideração esse nicho específico que eu acho, na minha visão, não ter uma boa margem de lucro, pois devem ganhar no giro dos produtos, pelo menos é o que vejo por aqui...

    Esse seu amigo é o mesmo desse post aqui?
    http://peaoplayboy.blogspot.com/2019/11/minha-nova-renda-extra-rolo-de-motos.html

    Ainda faz esses rolos com motos?

    Agora sobre esse trecho: "É totalmente normal, ele comprar peças em outras oficinas, porque a dele não tem! Então a margem que era para ele estar ganhando nas peças, dá de graça para seus concorrentes!"

    Sabe me dizer se esse nicho de peças tem uma margem decente de lucro? levando em consideração o que ele paga em outras oficinas para obter peça X e o que ele pagaria caso comprasse dum fornecedor?

    Apesar dos pesares, e se ainda fazer esses rolos com motos, e ainda ter alguma confiança nesse amigo, e se tiver uma boa margem de lucro... muitos "se's" 😂😂

    Não seria válido à você suprir essa deficiência da oficina e talvez aumentar a rentabilidade? Chegou a analisar tal cenário?

    Abraços!
    https://axelrodcapital.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ele mesmo Axel! Outro motivo que não citei no post, de não aceitar a sociedade foi exatamente porque a primeira sociedade não vem dando tão certo assim. É um tipo de negócio que eu não perco dinheiro, mas ele não tem se dedicado o suficiente.

      O Mesmo compra uma moto estragada com meu capital e deixa la jogada, sem arrumar, e sem vender. No momento tem 4 motos estragadas la, cada uma vale média de 1.500. Capital parado, jogado no canto. Uma hora ele vai arrumar, mas infelizmente ele não está preocupado quando.

      Então, estou totalmente desanimado também com essa primeira sociedade.

      Sobre fazer uma proposta de comprar peças para ele. Sim, já pensei nisso, as margens são muito boas.

      Mas como você vai meter dinheiro num negócio onde o cara mistura compra do mês com pagamento de funcionário? Sem condições.

      Excluir
  8. E aí, Peão!

    Acho que não me surpreendo nem um pouco com esse causo. Apesar de não estar no mundo do empreendedorismo, eu tenho a noção de que esse aí é o padrão do brasileiro. O brasileiro costuma gerir mal as coisas, desde o seu orçamento familiar até a sua pequena empresa, infelizmente. A falta de educacão financeira que há aqui me deixa abismado. Certo você de ficar longe de um "negócio" desses.

    Abraço!
    https://engenheirotardio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mas acredito que a tendência é sempre melhorar. Cada vez mais, os fracos vão morrendo e só os fortes sobrevivem.

      Não tem como sobreviver em certas regiões hoje, se você não fizer o seu negócio com amor, ter gestão, liderança, visão.

      Excluir
  9. ""Peão, aqui está os números do meu negócio, Receita X, Despesa Y, Lucro, etc"" - lembrei daquele seriado - o sócio (https://scantsa.blogspot.com/2019/07/seriado-profit-o-socio-2013-critica.html)

    boa decisão, esse caro fede a problema

    abs!

    ResponderExcluir
  10. Eita, que furada! Cai fora mesmo, muita desorganização xD

    ResponderExcluir
  11. Realmente é tentador... mas acho que você tomou a decisão sábia e acertada. Quando a pessoa não tem o mínimo de educação financeira, organização, gestão e contabilidade, fica complicado quando entra um sócio. Afinal, ele não saberia te informar o lucro da empresa, quais foram os gastos do mês, como reinvestir os lucros para expandir a empresa etc. E aí no fim, você terá 2 coisas: dor de cabeça e ainda perderá o amigo.

    ResponderExcluir
  12. Que situação Peão, acredito que tenha tomado a decisão acertada.

    Uma pena que isso algo corriqueiro, muitos começam a empreender sem o conhecimento básico de educação financeira e contabilidade.

    Talvez o melhor para seu amigo seja focar somente em um dos negócios para conseguir organizar a empresa para posteriormente pensar em ter mais negócios.

    Abraços,
    IV

    ResponderExcluir
  13. Muito bom seu insight, Peão! A maneira como você relata o causo mostra que você está bem familiarizado com o mundo do empreendedorismo, é legal ter esse mindset. E realmente, 50% do negócio é gestão! Valeu, abraço.

    ResponderExcluir
  14. Peão,
    Seria interessante ensinar esse tipo de contabilidade no ensino médio. Dizem que em um negócio, tem aquele que detém o conhecimento técnico das atividades da empresa, outro da parte administrativa. Quando esses dois sócios se encontram, a probabilidade do negócio dar certo é maior.

    ResponderExcluir
  15. nao faz ideia a quantia de problemas em abater animais sem fiscalizacao. doencas..zoonoses... cai fora

    ResponderExcluir
  16. http://www.higieneanimal.ufc.br/anais/anais1/anais1-06.pdf

    https://foodsafetybrazil.org/demanda-global-por-alimentos-e-zoonoses/#:~:text=Por%C3%A9m%2C%20a%20grande%20maioria%20das,end%C3%AAmicas%20e%20surtos%20de%20doen%C3%A7as.

    ResponderExcluir