sábado, 8 de maio de 2021

Nosso dinheiro voltando a pegar valor.



Lembro que há uns dias atrás eu comentei no blog do frugalsimples que acreditava muito no Brasil e acreditava que essa moda de mandar dinheiro para o exterior iria passar logo logo. 

Pois bem, Realinho foi a moeda que mais se valorizou na semana, e chegou aos incriveis 7% de valorização perante ao dólar nos ultimos 30 dias. Para o azar dos pessimildos.

Eu acho engraçado que já estou vendo nego "adiando" mandar dólar para o exterior, enquanto outros estão aproveitando para comprar, porque está "barato".

Mas o mais interessante, como comentei com o Frugal, é essa psicologia do ser humano de só investir em algum coisa quando está no topo. Você não via ninguém falando em dólar quando estava a 3,50 em 2019. Mas foi chegar no topo histórico, que a manada correu para comprar.

Vendedores de curso no instagram ficaram extasiados com a demanda de negoquerendo saber como dolarizar o desvalorizado realinho.

Muita gente começou a olhar com outros olhos para imóveis como uma forma de "Preservar a riqueza" da desvalorização da moeda.

HIGH NOS PRODUTOS AGRICOLAS.


Esse mesmo evento, eu vi acontecer aqui na minha região com produtos agricolas. Soja, Gado e Leite no High histórico, oque nego começou a fazer? Remanejar seus investimentos para essa área.

Só que o leite por exemplo, já normalizou seu preço pré pandemia. E nego que comprou Vaca leiteira no HIGH agora está perplexo. E acabou levando prejuízo.

Até greve dos leiteiros teve por aqui.

INVESTIDORES DE VALOR

Últimamente estou gostando muito de estudar sobre economia, poupança, investimentos através do Mises Brasil. Nunca aprendi tanto na minha vida. Eu leio um artigo e faço um resumo.

E descobri que sou muito fã dos famosos "Investidores de Valor" aqueles que compram algo na baixa e vendem na alta. Uma atitude totalmente anti-manada. O cara tem que ser sangue frio para ir contra a correnteza.

Particularmente gostei muito desse estilo de se investir e quero me aprofundar ainda mais no assunto.

OTIMISMO COM O BRASIL



Por fim, tenho um otimismo muito grande em relação ao Brasil. Eu acho que as politicas econômicas do Paulo Guedes estão começando a dar resultado. Só observarem a balança comercial brasileira. Os termos de troca. Os investimentos. Quase 1milhão de empregos em 1 ano.

Brasil está literalmente andando. Eu acho que oque estamos vendo é muito parecido com o inicio do Governo Reagan em 1981 nos EUA.

Um Governo que era Liberal, mas demorou 2 anos para as medidas liberais começarem a fazer efeito. Reagan tinha uma rejeição muito grande em 82, mas se elegeu com a maior porcentagem de votos da história dos EUA em 1984.

Absurdo essa vantagem do Reagan em 1984. Levando em consideração a dificuldade que enfrentava nos primeiros 2 anos de Governo.

Houve uma certa preocupação quando soltaram o Lula. Hoje Lula provavelmente seria eleito. Muito por causa do nosso dinheiro que perdeu valor. Mas eu acredito que com o Brasil melhorando como está, em 2022 a história será diferente.

Se o pobre tiver poder de compra novamente, Bolso pode ganhar disparado. A casinha está sendo armada para isso. E Paulo Guedes sabe.

E para mim a curva para cima do Brasil, está apenas começando. Não apostaria contra o Brasil.



12 comentários:

  1. Fala Peao! Muito boas observações hein, e sobre Mises, deveria ser passado na escola de ensino básico o conceito dele! E como ele mesmo diz:

    "Idéias e somente idéias podem iluminar a escuridão..."

    Abs

    ResponderExcluir
  2. Eae Peão. Bom ver seus otimismo, realmente diferente do q vemos no mercado. Ainda tenho ressalvas em alguns pontos. Comprar na baixa e vender na alta é mais complicado do q parece, pois quem sabe quando é a alta ? Magalu e Bitcoin são dois exemplos disso. Quantas pessoas não saíram na primeira alta e hj se arrependem. Outro ponto seria não apostar contra o Brasil, não acredito numa recuperação absurda. Então a aposta seria contra o Brasil ou contra o dólar/EUA. E nessa disputa difícil achar que o Brasil ganha.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi.. Essa questão do Bitcoin e Magalu é uma situação que os Value Investor sempre gostam de lembrar que sempre existiu bolhas. Vai de você querer investir seu dinheiro nisso ou não.

      Obviamente estamos falando de estilo de investimentos. Ninguém é dono da verdade. E tanto o Stock Picking como o Bastter quanto o Value Investor tem suas téses de investimentos.

      Eu particularmente me sinto mais confortável em comprar empresas que estejam baratas de acordo com seu P/L do que comprar empresas que estejam com P/L lá emcima. Mas isso vai do estilo de cada um.

      Sobre a questão de apostar ou não no Brasil, eu coloquei meus argumentos aí no Post. Se você analisar os termos de troca, o valor que está nossa moeda é injustificável.

      Acredito que não é questão do EUA ou Dólar melhorar, a questão é que com a Selic se ajustando aos 6% junto com o otimismo de investidores, poderemos ver esse dólar a 4.50 em dezembro.

      Já era para estar, se não fosse a Selic e esse "boom" de mandar R$ para fora no começo desse ano.

      Excluir
    2. Realmente, esse desespero em dolarizar o BRL, achando que o USD iria rapidamente chegar a 10por1 foi muito precipitado.

      Acho importante sim, ter investimentos no exterior, mas no momento certo.

      Excluir
  3. Realmente dá uma certa raiva. Tem muito brasileiro que parece torcer contra o próprio país. Claro que diversificar é necessário, inclusive no exterior. Eu vou fazer isso depois de um certo patamar de patrimônio.

    Outra coisa que não eu não entendo é esse povo que trabalha no Brasil, ganha em reais e fica dolarizando o patrimônio. Isso só serve pra vc se sentir mal em relação ao resto do mundo e achar que está ganhando pouco em relação aos outros países. Na prática não serve pra absolutamente NADA. Na vida do cidadão nada muda ficar colocando o S$P500 como benchmark se vc ganha em reais e gasta em reais morando no BR.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  4. Torço e rezo muito para que tudo dê certo no Brasil.

    Boa observação do efeito manada no dólar. Mesmo assim, eu acho que é uma boa diversificação investir no exterior, por conta da história complicada do Brasil (várias constituições, confisco da poupança, hiperinflação,cleptocracia, etc)

    Gosto que nos seus posts você sempre tem uma observação de um ponto de vista do agronegócio!

    ResponderExcluir
  5. Se artigos são bons, livros são melhores .

    Preferencialmente fora de auto-ajuda

    ResponderExcluir
  6. Mises Brasil é terraplanismo econômico puro. Cuidado com pseudociências que iludem fácil. Quem apostasse na hiperinflação nos EUA prometido por eles e seus seguidores, no pós-crise de 2008, por exemplo, perderia um dinheiro enorme. Galera com teorias malucas do século XIX

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente não acho. Oque eu vejo é que os governos só estão conseguindo adiar o acertos de contas.

      Como Mises previu, o Socialismo um dia iria fracassar e quantos anos demorou para isso acontecer? Décadas.

      Não é muito diferente do arranjo economico atual, chamado por eles de Keynesianismo.

      Por fim, de fato, não gosto de ficar lendo a área deles que falam de crises e bolhas. Embora interessantes também. Prefiro me manter otimista com o futuro, porque assim tenho mais chances de conseguir algo na vida.

      Mas não desacredito na teoria que eles tem não. Costumo dizer que oque está ali no Mises Brasil é a REAL, a verdade verdade. O problema que nenhum governo populista com mandato de 4 anos vai implantar o remédio amargo que eles propôe.

      Excluir
    2. O principal problema do Mises Brasil (e do irmão siamês já há algum tempo separado deles, o Rothbard Brasil) é que eles são muito marrentos e não admitem opiniões contrárias e questionamentos, mesmo que válidos. Além disso, tratam todo e qualquer funcionário público como se fosse um ladrão e vagabundo. Eles deviam é se concentrar em conquistar a simpatia dos funças públicos para "semear a revolução libertária" de dentro do Estado.

      Excluir