sábado, 25 de novembro de 2023

Como foi o meu ano de 2023?

Eu realmente achei que a finansfera tinha acabado, não sei porque hahaha, desde maio que não posto aqui e tem uns 5 meses que não visualizo a postagem de ninguém. Por incrível que pareça existem algumas almas caridosas postando por aqui, é interessante isso. 

Acho que a grande questão que desanima todo BR de postar em blogs é a questão da remuneração, ninguém consegue ganhar, mesmo produzindo um conteúdo de qualidade, então acaba não tendo incentivo para postar aqui, acho que por isso que o conteúdo das outras plataformas como Twitter ou Instagram são superiores. 

Eu venho pensando muito sobre tentar ganhar algum dinheiro com internet nesse ano, mas ainda não consegui ver como farei isso. Me identifico muito com Des.Pessoal e finanças, mas não arrumei formas de monetizar isso. 

Enfim.. mas vamos ao que interessa.

Meus demônios da adolescência ainda me assombram...

Melhor livro do ano para mim e me deu muita lucidez
sobre as minhas lutas internas. 


2023 foi para mim, um ano bem parecido com 2022. Mesmas dificuldades e mesmas alegrias, somente ajustando algumas coisas aqui e ali. 

Eu realmente acreditava que neste eu eliminaria de vez meus 3 vícios virtuais (Vídeo Game (Fifa), Ações e apostas. Se fosse colocar um peso para cada um, eu colocaria 9 para apostar, 5 para vídeo game e 5 para ações. Eu não consegui bater a minha meta de ficar 75 dias sem nenhum dos 3 vícios.

É difícil explicar para quem não é viciado como funciona a cabeça de um viciado. Todo tempo existe uma voz interna te convencendo a consumir o seu vício. Todo tempo a voz fala para jogar vídeo game para dar uma relaxada, investir em ações porque faz parte da minha personalidade e apostar porque eu gosto disso. 

Mas, todas as vezes que eu consumo o vício (Faço a aposta, compro um lote de ações, jogo uma partida de fifa) a dopamina é liberada em meu cérebro, depois disso vem as consequências. 

Todo viciado de coisas virtuais é doido para chegar em casa e "fumar sua pedrinha".

No caso das ações, sinto vontade de vender logo em seguida, aquilo toma conta da minha mente, meu cérebro fica arrumando motivos para vender, porque lógico, ele quer efetuar outra compra logo depois. 

Não vou estender muito sobre isso. Mas o fato é que sair fora de vícios é mais difícil do que se imagina e não existe equilíbrio com essas coisas para mim. Não da para negociar uma pedrinha por final de semana, a gente acaba entregue ao vicio de novo. 

Então 2023 foi recheado de idas e vindas nos 3 vícios, obviamente com uma boa evolução em comparação a 2022, períodos mais longos sem eles e evolução no meu Desenvolvimento pessoal.

-

Financeiramente falando...

Na parte das finanças, eu tive outro bom ano, nossa empresa continua se aproveitando de uma falta de concorrência em nossa cidade e tivemos ótimos lucros novamente.

A única coisa que sinto falta é sobre um "objetivo" financeiro, como não consigo investir em ações, boto tudo em renda fixa, e as vezes da a impressão que estou entesourando o dinheiro, mas o dinheiro dos juros caiem todos os meses, como se fossem dividendos. 

Entrei no mercado de ações várias vezes esse ano, lucrei e perdi, sai no zero a zero. Como disse, meu cérebro queria mesmo era "apostar" no mercado. 

Não sinto vontade de comprar carro novo, ou mansão ou terra, o que gosto mesmo é de ter renda para pagar o meu alto custo de vida. Sou grato demais por poder comer oque quiser e poder pagar por minha energia e gasolina. Isso é oque mais importa para mim. 

Definição de sucesso para mim? Ter independência e liberdade, e isso só a renda mensal é capaz de dar.

Continuo evoluindo...

Sou apaixonado por esse tipo de exercício.

Na parte do Des.Pessoal, eu tive um ano considerado até bom, foi um ano onde gerenciei bem os meus hábitos diários relacionados a leitura de páginas, pesos no treino, acordar cedo e coisas do tipo. 

Foi o meu melhor ano, fisicamente falando, tres coisas contribuíram para isso: Vender o video game, Treinar com foco em força 6-8 repetições, comer 200g de pão 2h antes do treino.

Eu realmente sou apaixonado por treinos compostos como Terra, supino, Agachamento, com bastante peso. Eu me sinto foda pra caralho fazendo esses treinos. Comer pão antes do treino foi uma virada para mim, sempre comi 2-3 bananas mas na prática tinha metade dos carbos que 200g de pão tem. A força no treino é outra. 

Esses treinos me fizeram perder o medo de qualquer homem, embora nunca tenha brigado com ninguém, mas sempre me senti um covarde mesmo treinando regularmente, mas era com pesos leves.

Na leitura, continuo com uma boa frequência de leitura, tendo lido cerca de 1.300 páginas esse ano, oque vai dar uns 7 livros de 200 páginas. A melhor leitura para mim foi Nação dopamina, em seguida pela biografia de Cornelius Vanderbilt.

Eu tenho um certo fascínio pela história dos magnatas no século 19 dos EUA. Sempre gosto muito de ler relatos da época. Vanderbilt era um piloto de barco frugal que enriqueceu agindo como um magnata (Trabalhando muito, economizando, e arriscando sempre.)


-

Por fim acredito que é isso. Acho que 2024 será outro ano parecido com 22-23, comigo brigando com meus demônios, aportando dinheiro mensalmente, treinando, lendo, jogando futebol. 

Creio que também eu possa ir para um próximo nível nos próximos anos, minha mulher pretende engravidar, eu planejo construir uma casa, e talvez eu finalmente tenha uma empresa própria, essas metas para o médio e longo prazo. 



10 comentários:

  1. Para ganhar um bom dinheiro nessa área de finanças enxergo alguns caminhos: ter contatos com bastante gente com dinheiro e ganhar uma porcentagem como AAI, abrir uma gestora de patrimônio e ganhar com taxas de adm, ou alugar carrão e mansão, vender uma imagem de riqueza e vender curso para otários.
    Os blogs hoje são apenas um resquício da internet de antigamente, acaba me servindo mais de diário e um pouco de terapia.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que não precisa de tanto mendigo. Acho que o caminho mais fácil hoje é prestar mentoria. Mas aí você tem que atacar algum nicho especifico, como IF, por exemplo.

      Excluir
  2. Maneiro o seu post.
    Ninguém é obrigado a ter ações.
    Também gosto muito de renda passiva. Vou ver se ano que vem consigo aumentar mais a minha, pois ainda estou muito longe de me sentir tranquilo financeiramente em termos de renda passiva mensal.

    Continue evoluindo!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala mago, cara, admiro como você consegue manter aquela sua carteira de ações haha.

      Excluir
  3. Você não tem vício em ações. Vc tem vício em apostas e apenas enxerga ações como um bilhete de aposta. Se mudar seu mindset de investimento vai ver que há formas bem mais tranquilas de abordar os ivnestimentos em renda variável.

    Recomendo muito o bastter pra vc, o conteúdo dele, além de investimentos, te trará dicas pra superar o vício dem jogos.

    Quanto aos jogos, se não atrapalha sua vida, foda-se, curte seu joguinho em paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala anônimo, ótimo comentário. Cara, mas então, como eu já expliquei nesse e em outros posts, oque acontece quando compro ações é que logo depois sinto vontade de vender, e isso foi todas as vezes. Eu já tentei seguir a filosofia Bastter várias vezes nesse ano mesmo, cheguei a ter uma carteira com 25 ações, e mesmo assim senti essa vontade. Então não consigo segurar. É isso.

      Sobre video-game, cara, concordo com você, mas tudo depende. Cheguei a conclusão que video-game não melhora minha vida em nada, não me traz mais felicidade, é só um cigarro que você ta fumando ali e que te deixa estressado as vezes. Gosto pra caramba, mas meio que esta desalinhado com o tipo de homem que quero ser.

      Excluir
    2. Eu falo por experiência própria, o livro Nação dopamina fala muito bem sobre isso. Basicamente, quando você elimina substâncias viciantes como jogos, drogas, pornografia etc, seu cérebro passa a sentir prazer em coisas simples como estar com a família, treinar, ir na natureza. Então meio que estou comprometido em regular meus níveis basais de dopamina para sentir prazer nessas coisas simples, por isso quero cortar essas substâncias viciantes.

      Excluir
  4. Hora que engravidarem não vai mais te sobrar tempo pro jogo hahahaha


    Boas festas!

    ResponderExcluir
  5. Peão,

    Também vejo seu problema com apostas e com ações intimamente relacionados.

    Blog hoje em dia é serve para duas coisas: terapia e diário.

    O foco nos esportes e academia é um das poucas atividades que trazem ganhos de longo prazo, minha meta para 2024 é tentar entrar nessa onda e parar de procrastinar.

    Abraços,
    Pi

    ResponderExcluir
  6. Eu tb ando viciado com vídeo-game que tá foda pqp... Ao invés de largar, quero montar um pc game para jogos de corrida hahahahahhahahaaha

    ResponderExcluir